(11) 3371.3371
Fale Conosco

Preencha as informações abaixo e um de nossos especialistas irá lhe ajudar o mais breve possível

Enviando

STP Tecnologia – O Impressão 3D para automação e gestão de energia elétrica

 

 

STP Tecnologia usa impressão 3D para desenvolvimento de produtos para automação e gestão de energia elétrica

Empresa imprime em 3D protótipos funcionais para automação e redes inteligentes

 

São Paulo, Brasil — A STP Tecnologia (de Barueri, SP) pesquisa e desenvolve produtos para automação e gestão de energia elétrica. Entre os itens criados pela empresa destacam-se componentes de redes inteligentes (smart grids) que fazem parte das novas tecnologias de comunicação para Internet das Coisas (IoT). A empresa agora investe nas soluções de impressão 3D da Stratasys (NASDAQ: SSYS) para reduzir o tempo de seus processos industriais e cortar custos.

“Estamos usando a tecnologia de impressão 3D para a criação de protótipos funcionais, para validar os conceitos de engenharia mecânica e funcional projetados pelas equipes de pesquisadores e engenheiros”, explica Ayres Oliveira, da STP Tecnologia. A impressora 3D usada pela empresa é a Stratasys F370, e os materiais usados são o PLA, PC-ABS e ABS, ASA e o elastômero TPU 92A.

 

De acordo com Oliveira, a equipe da STP utilizava processos tradicionais para a fabricação de seus protótipos funcionais, a exemplo de usinagem de plásticos e metais. “Tais métodos, além de serem muito mais caros, não apresentam a mesma flexibilidade e velocidade propiciadas pela impressão 3D. Hoje, não conseguimos entender como era possível desenvolver produtos sem essa solução!”, diz ele.

 

A STP Tecnologia enxerga a impressão 3D como uma ferramenta que abre, às pequenas e médias empresas, algumas das possibilidades que apenas as grandes corporações tinham acesso até bem pouco tempo atrás. “Os produtos que desenvolvemos têm aplicação mundial e apresentam diferenciais técnicos significativos, representando uma nova era na automação das redes elétricas”, explica Oliveira. “Hoje, pequenos clusters de pesquisa, compostos por alguns técnicos e especialistas, podem desenvolver produtos com a mesma qualidade e resultado apresentado por grandes equipes de engenharia presentes nas corporações multinacionais”, afirma.

 

A impressão 3D começou a ser utilizada pela STP Tecnologia há cerca de um ano. Oliveira relata que o investimento foi de cerca de US$ 100 mil, realizado por empresa parceira sob o âmbito do programa de P&D ANEEL, e que, sem a impressora 3D, não teria sido possível entregar os projetos contratados no prazo.

 

“O modelo F370 foi escolhido por se adaptar ao volume de negócios da empresa. Temos planos para adquirir mais unidades, e de modelos mais sofisticados, pois a nossa impressora 3D já está sobrecarregada de trabalho” conclui Oliveira.

 

Todo o projeto, estudos, consultoria técnica e de negócios até a aquisição, foi realizado em conjunto com a PLMX Soluções, revenda autorizada Stratasys no Brasil.